Juros de evolução de obra: tudo o que você precisa saber

  • 2 meses atrás
Avalie Esse Imóvel

Os Juros de Evolução de Obra, também referidos como juros de obra, taxa de evolução de obras e seguro obra, são diferentes termos usados para descrever os encargos financeiros que o comprador arca durante o processo de construção de um imóvel na planta que ele adquiriu.

Juros de evolução de obra: tudo o que você precisa saber

Quando você decide comprar um imóvel ainda na planta, é importante estar ciente de todos os custos envolvidos, incluindo os juros de evolução de obra.

Os juros de obra são cobrados pelas instituições financeiras que financiam a construção do imóvel. Eles são uma forma de garantir que a construtora não atrase a entrega do empreendimento, pois a instituição financeira só libera os recursos à medida que a obra avança.

Conheça os mais novos lançamentos de studios e apartamentos em São Paulo no site: https://josueimoveis.com.br/

Como Funciona Os Juros de Evolução de Obra?

A Taxa de evolução de obra são calculados sobre o valor do financiamento, que é o valor do imóvel menos o valor da entrada. O valor dos juros varia de acordo com a instituição financeira e o tipo de imóvel. Em média, eles representam de 1% a 2% do valor total do imóvel.

Juros de evolução de obra: tudo o que você precisa saber

Os juros são cobrados mensalmente, até a conclusão da obra. Eles são incorporados ao saldo devedor do financiamento, que é pago pelo comprador ao longo do prazo contratado.

Por que pagar juros de evolução de obra?

Para garantir que a construtora não atrase a entrega do empreendimento, a evolução de obra são cobrados. Se a construtora atrasar a entrega, a instituição financeira não será obrigada a liberar os recursos restantes do financiamento.

Juros de evolução de obra: tudo o que você precisa saber

Os juros de evolução de obra também são uma forma de remunerar a instituição financeira pelo risco de financiar a construção do imóvel. A construção de um imóvel é um processo complexo e demorado, e existe o risco de que a construtora não consiga concluir a obra ou que o imóvel não seja entregue dentro do prazo previsto.

A evolução de obra é gerenciada pela instituição financeira, que estabelece uma conta específica para que o cliente deposite o valor correspondente. O montante a ser pago está diretamente relacionado às medições realizadas na obra, podendo não seguir necessariamente o cronograma estabelecido pelo banco. Isso pode resultar em um aumento considerável no valor a ser pago, especialmente quando há uma aceleração notável no progresso da construção.

Como reduzir?

Juros de evolução de obra: tudo o que você precisa saber

Existem algumas dicas que podem ajudar a reduzir:

Negociar com a instituição financeira: algumas instituições financeiras estão dispostas a negociar, especialmente se você tiver um bom histórico de crédito.
Pagar um valor maior de entrada: quanto maior o valor da entrada, menor será o valor do financiamento, o que também reduzirá.
Escolher um imóvel mais barato: se você puder escolher um imóvel mais barato, também reduzirá o valor do financiamento, o que também reduzirá os juros de evolução de obra.

Outras dicas

Além das dicas acima, também é importante:

Se informar sobre a reputação da construtora: antes de comprar um imóvel ainda na planta, é importante se informar sobre a reputação da construtora. Você pode consultar sites de reclamação, como o Reclame Aqui, para saber se outras pessoas tiveram problemas com a construtora.
Acompanhar a evolução da obra: é importante acompanhar a evolução da obra para garantir que ela esteja sendo executada de acordo com o cronograma. Você pode pedir à construtora informações sobre a obra e fazer visitas periódicas ao empreendimento.

Conclusão

Os juros de evolução de obra são um custo a ser considerado ao comprar um imóvel ainda na planta. Ao seguir as dicas acima, você poderá reduzir os juros e pagar menos pelo seu imóvel.

O que você acha sobre o pagamento dessa taxa:

É justo que os compradores paguem juros de evolução de obra?
Os juros de evolução de obra são abusivos?
Existem formas de reduzir os juros de evolução de obra sem

Compare listings

Comparar